Texto: Matheus Rocha (Sedop) / Fotos: Matheus Rocha (Sedop)

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) realizou, na manhã desta quinta-feira (6), uma ação de plantio de mudas de açaizeiro nas margens do canal do Tucunduba, em Belém. Esta é a quinta edição do plantio de mudas no canal. Os vegetais foram plantados às margens do terceiro trecho do canal, que vai da Rua 2 de Junho até a Travessa da Vileta. 

O plantio visa a recuperação da cobertura vegetal do canal. A espécie de açaizeiro foi escolhida por ser nativa da região e, segundo especialistas, por se adaptar melhor ao tipo de solo existente no local. A ação contou com a participação de um técnico da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). 

Durante a ação, o morador Silvio Rocha, atual presidente da Comissão de Acompanhamento de Obras (CAO), grupo formado por moradores dos bairros atendidos pelo projeto de macrodrenagem para fiscalizar e acompanhar o andamento das obras, destacou a importância da ação para a população. “Esta ação de plantio e educação ambiental é de fundamental importância para a nossa comunidade, que está presente e participando do projeto. Hoje, respiramos um ar melhor. A parte social melhorou mil por cento, porque antes não tínhamos uma orla dessa pra caminhar com nossas famílias. Isso é muito gratificante." destacou o morador. 

Para o secretário adjunto de desenvolvimento urbano da Sedop, Valdir Acatauassu, esta ação simboliza a conclusão de um projeto muito importante para a cidade de Belém. “Hoje, toda esta bacia, até a Vileta, já está tratada, evitando alagamentos que eram constantes. Pensando no bem estar da população, estamos fazendo o plantio de mudas de açaí, através de um convênio que fizemos com o museu Emílio Goeldi. Era necessário que a comunidade tivesse uma área como esta, onde pudesse fazer o convívio.” destacou o gestor. 

As obras no terceiro trecho do canal do Tucunduba estão em fase de conclusão, com entrega prevista para a próxima semana.  

 

Veja Também