Por Lilian Guedes (SEDOP) | Fotos: Paula Lourinho (ASCOM SEDOP)

 

"Vistoria foi acompanhada por membro do Ministério Público que avaliou quesitos como segurança, estrutura, comodidade e acessibilidade aos torcedores"

 

 

 

Cada vez mais perto de reabrir as portas para a apaixonada torcida paraense, o Estádio Olímpico do Pará Jornalista Edgar Proença iniciou, na quarta-feira (23), os testes de iluminação do gramado dos lados A e B, dos placares eletrônicos e a sonorização do espaço.

O teste foi acompanhado pelo secretário de Obras Públicas do Estado (SEDOP), Ruy Cabral, membros da Secretaria de Esporte e Lazer, equipe de segurança e representantes do Ministério Público Estadual (MPE). A medida pretende verificar a forma como os instrumentos são operacionalizados, seu funcionamento, posicionamento, bem como avaliar as condições de trabalho. O titular da Sedop ressalta que a medida é necessária para a segurança de todos.

“Com o nosso cronograma de trabalho, hoje, estamos fazendo os testes e avaliações de parte da iluminação tanto do lado A como do lado B, os placares eletrônicos, a maneira como eles são operados, como estão funcionando, qual é a resposta que esses instrumentos podem nos dar, avaliando as condições de trabalho tanto da iluminação como do placar, além da sonorização, que são elementos importantes para a questão da segurança. Graças a Deus, obtivemos o resultado positivo do nosso trabalho, um trabalho que vem se desenvolvendo há algum tempo, trazendo melhores condições para o torcedor no sentido de informações, evacuação e as informações são precisas para grandes eventos, para os grandes jogos que aqui vão acontecer”, pontuou Ruy Cabral.

De um total de 560 refletores, 312 já foram instalados e passaram por testes. Do mesmo modo, o placar eletrônico foi aferido. O painel em LED tem 72 metros quadrados, reproduz imagens em alta definição com capacidade de reproduzir até 300 mil cores.

Novo Mangueirão - O Novo Mangueirão passa por obras de reconstrução, ampliação e modernização, gerenciado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (SEDOP), desde fevereiro de 2021 e está com 97% dos serviços concluídos. A intervenção foi necessária para o pleno desenvolvimento e segurança de torcedores e jogadores, uma vez que o espaço se encontrava em situação com risco de desabamento, apresentando prejuízos em toda a parte estrutural do complexo.

Estádio Olímpico passa por testes finais nos setores de iluminação e no placar eletrônicoEstádio Olímpico passa por testes finais nos setores de iluminação e no placar eletrônicoFoto: Agência Pará / Divulgação

Os serviços executados atendem os padrões exigidos pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para garantir a realização de grandes e importantes eventos de nível nacional e internacional. Uma das principais mudanças é o aumento da capacidade de 35 mil para 50 mil torcedores. A praça esportiva também ganhou um gramado novo do tipo “bermuda celebration” - mais apropriado para o clima tropical e utilizado nos grandes estádios mundiais, áreas internas com camarotes, restaurantes, sala do VAR, novo gramado, vestiários, além de uma nova pista de atletismo que será instalada após os serviços de  prolongamento da marquise da arquibancada.

Toda a área externa do estacionamento também foi ampliada passando de 1.400 para mais de 7 mil vagas para veículos. Os trabalhos de pavimentação e urbanização estão em fase de conclusão e acabamento.

“Outra etapa que nós também avançamos bastante é a questão da urbanização externa. O aproveitamento total daquela área que antes era matagal, lamaçal hoje está totalmente em operação para ampliarmos para um estacionamento externo e dar melhor condição para aqueles que chegam de veículo próprio até aqui. E até a sua inauguração estará totalmente concluída com capacidade acima de sete mil veículos. Devidamente iluminada, enfim, para trazer conforto e qualidade àqueles que aqui chegarem em seus veículos próprios”, finalizou Cabral.

O promotor de justiça Nilton Gurjão esteve presente para conferir os testes e vistoriou as instalações do estádio quanto às recomendações de segurança, estrutura, comodidade e acessibilidade aos torcedores e avaliou positivamente a obra.

“É importante a participação do Ministério Público nesse processo em vários aspectos. Desde o início, fomos acionados pelo Governo do Estado para decidir o projeto junto às demais entidades, inclusive demos sugestões de melhorias na questão funcional das torcidas para que sejam bem tratadas como consumidor, pois quando você compra o ingresso, você está estabelecendo uma relação de consumo com o torcedor. Então, ele tem o direito de ser recebido com conforto e segurança. Gostaria de parabenizar o Governo do Estado, a Secretaria de Obras por mais este equipamento para a população que está ficando realmente muito bonito”, disse o promotor

Após a conclusão da obra, o espaço volta a ser gerenciado pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) para a realização de jogos e eventos.

 

 

Veja Também