Por Lilian Guedes (SEDOP)| Fotos: Paula Lourinho (SEDOP)

 

"Governo do Pará vai oferecer ao público feminino um amplo complexo de atendimento em saúde, com urgência e emergência e serviços de alta complexidade"

 

O Hospital Público Mulher Senhora de Nazaré, primeiro do Pará voltado exclusivamente para o público feminino, está com 69% das obras concluídas. As frentes de trabalho avançam com 141 profissionais distribuídos entre os setores A e B da unidade de saúde, que vai ofertar 120 leitos e atendimento em diversas especialidades, além de exames de imagem e laboratoriais.

O secretário de Estado de Desenvolvimento e Obras Públicas, Ruy Cabral, destaca a importância de garantir uma unidade de atendimento e atenção exclusiva à mulher. “Esta obra trata de garantir uma política voltada exclusivamente para o público feminino, com assistência não só à saúde, mas também social. O projeto vai contemplar o atendimento a todos os problemas relacionados à saúde da mulher em uma grande unidade, que se tornará referência no Pará. Portanto, além de cuidar, vamos prevenir”, reforça o secretário.

O hospital será referência na assistência à saúde da mulher na Região Metropolitana de Belém, contribuindo para desafogar a demanda de outras unidades, oferecendo serviços de urgência e emergência, consultórios, laboratórios, serviço de nutrição e centro cirúrgico.

Estrutura - O térreo concentrará o atendimento de urgência e emergência, consultas ambulatoriais, brinquedoteca e ala de diagnósticos por exames de imagem, e ainda o atendimento ambulatorial.

No segundo andar haverá serviço de nutrição e dietética, e o refeitório, enquanto o terceiro andar abrigará o setor administrativo, setor de ensino e pesquisa, apoio técnico e logístico. As salas de cirurgia ficarão no quarto andar, e logo acima os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Do sexto ao décimo andar ficarão os leitos clínicos, e no 11º andar o auditório.

O Hospital da Mulher ocupa uma área de 17 mil metros quadrados. Em seus 12 pavimentos serão distribuídos 100 leitos operacionais de urgência e emergência, com atendimento de alta complexidade, e 20 leitos de UTI, além de cuidados especializados em ginecologia, mastologia, infectologia, endocrinologia, uroginecologia, reumatologia e dermatologia. A unidade será equipada com aparelhos de ressonância, raio-X, mamografia, tomografia e eletrocardiograma.

Iniciadas em junho do ano passado, as obras prosseguem de acordo com o cronograma estabelecido pela Sedop. O complexo de saúde fica na Avenida Gentil Bittencourt, nº 2.175, em Belém.

Veja Também