Por Carol Menezes (SECOM) | Fotos: Pedro Guerreiro (SECOM)

 

"Município receberá os serviços do programa 'Asfalto por todo o Pará' com pavimentação e drenagem em oito quilômetros de vias"

 

O município de Tailândia, no nordeste paraense, será contemplado pelo programa 'Asfalto por todo o Pará', com os serviços de pavimentação asfáltica, drenagem superficial e calçadas em oito quilômetros de vias urbanas, o que vai trazer mais qualidade de vida para a população. O valor inicial da obra é de R$ 15.536.205,61, e a  ordem de serviço foi assinada na manhã desta terça-feira, 10, pelo governador Helder Barbalho e pelo prefeito Paulo Jasper, o "Macarrão", durante as comemorações do aniversário de 34 anos da cidade.

Acompanhado de deputados estaduais e federais e de outras autoridades públicas, o chefe do Executivo estadual iniciou a agenda em Tailândia participando da inauguração de um centro cultural municipal. Antes de assinar a Ordem de Serviço (OS), que garante o início das obras nas ruas do município, executadas pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras públicas (Sedop), Helder fez a entrega simbólica de uma ambulância UTI, no valor de R$ 390 mil, que será integrada à rede de saúde municipal.

"Estou feliz de estar aqui comemorando esses 34 anos de história, e iniciando mais uma rodada de aplicação de asfalto para tirar o povo da lama no inverno e da poeira no verão. Fizemos parcerias nos anos anteriores e seguiremos fazendo mais", declarou o governador.

 

O sorriso de Maria do Rosário, moradora da Vila Macarrão, ao saber da chegada do 'Asfalto Por Todo o Pará'

 

Foto: Pedro Guerreiro / Ag. Pará

 

Ele destacou que "o dia de hoje marca o início das obras de pavimentação, serão mais oito quilômetros de asfalto, de infraestrutura para os bairros. Entregamos uma ambulância UTI para cuidar da saúde da população, são diversas ações que chegam para se somar às parcerias que termos feito em favor de Tailândia", reforçou Helder Barbalho.

O prefeito "Macarrão" reconheceu o apoio do governo do Pará. "Tailândia não para de crescer, estamos aqui pra continuar recebendo todos que aqui vierem para trabalhar. Agradeço ao Helder também pelo apoio que vai garantir, em um futuro próximo, hemodiálise, ampliação de leitos de UTI e de UTI neonatal em nosso Hospital Geral", enalteceu o gestor municipal. 

Expectativa - A roceira Maria do Rosário mora há nove anos na Vila Macarrão, uma das áreas mais populosas de Tailândia, e que receberá as ações de pavimentação asfáltica previstas na OS assinada hoje.

Tanto ela quanto o marido precisam andar pela lama e terra molhada praticamente sempre que saem de casa. A via onde eles moram nunca recebeu sequer uma camada de asfalto.

"Fica tudo lameado. Quando a gente vai para a igreja, se quiser ir mais 'bonitinha', chega lá com a barra da saia toda suja de lama", lamenta a moradora. "Se fizer (asfaltamento da via), amém, eu vou agradecer de coração", emocionou-se.

O marido dela, o aposentado José do Nilo, ainda consegue evitar que os sapatos cheguem sujos quando se direciona ao momento religioso, mas de uma maneira um pouco mais trabalhosa.

"Coloco dentro de um saco plástico e só quando chego na igreja é que eu calço. Chego lá descalço e lavo os pés", revela. "Sempre foi assim, desde que comecei a morar aqui. Está precisando asfaltar, vai melhorar muito", confirma ele.

Já o carreteiro aposentado Wagner Barbosa mora ainda há mais tempo em Tailândia, já que afirma ter sido o terceiro morador da cidade, chegando por lá há cerca de 34 anos. Também morador da Vila Macarrão, ele aposta na pavimentação como algo que vai melhorar muito a rotina na área.

"Nesta rua em que estamos, chamada Pau Amarelo, transitam seis ônibus todos os dias, desde a madrugada até o fim da tarde, levando os trabalhadores da AgroPalma. Vai chegar em boa hora esse asfalto, e é merecido, já que quem mora aqui é pioneiro", finalizou Wagner.

 

Veja Também