Por Giovanna Abreu (SECOM) | Fotos: Marcelo Seabra (SECOM)

 

 

"Entre os destaque estão as obras da macrodrenagem da Bacia do Tucunduba, o avanço do programa ‘Asfalto Por Todo o Pará’ e a entrega da nova avenida Padre Bruno Secchi"

 

 

 

Um dos maiores sonhos da costureira Maria Divaneth, moradora há 35 anos da Bacia do Tucunduba, em Belém, era ter uma moradia digna para a sua família. Com as obras de macrodrenagem na área, executadas pela atual gestão do Governo do Estado, o sonho da costureira virou realidade. 

“Eu morava em palafita e hoje posso dizer que eu moro em uma avenida, com saneamento básico, sem ter o risco de perder meus eletrodomésticos por conta dos alagamentos, sem ter que botar os pés na lama pra sair de casa. As obras na Bacia do Tucunduba são muito importantes pra comunidade e pra Belém, como um todo, porque corta muitos bairros, traz mobilidade e qualidade de vida pra gente. A entrega que o Governo do Pará já fez dos três trechos e a continuidade das obras no 4º trecho são presentes para nós”, ressalta. 

Entre os principais investimentos em obras de infraestrutura, realizados pelo poder executivo estadual, a serem celebrados no aniversário de 407 anos de Belém, comemorado nesta quinta-feira (12), estão a entrega dos três primeiros trechos de obras do prolongamento da macrodrenagem da Bacia do Tucunduba, a continuidade dos serviços no 4º trecho que corresponde aos Canais da União e Timbó, o avanço do programa "Asfalto Por Todo o Pará" e a entrega da nova avenida Padre Bruno Secchi, antiga Rua Yamada, que interliga a avenida Centenário com a rodovia Tapanã, no bairro do Bengui.

As obras no Tucunduba beneficiam mais de 300 mil pessoas que vivem em seu entorno. Há mais de 15 anos, o morador da área e comerciante Francisco Rufino diz que ouvia promessas da retomada das obras que iniciaram no final da década de 90, mas até o início da atual gestão, ninguém tinha tirado o projeto do papel. 

“A gente nunca pensava que ia chegar a hora de ver isso acontecer. Enchia tudo, já cheguei a ficar com a moto presa em casa por 10 dias, porque a água chegou a bater no meu peito. Ter um comércio nessas condições não dava, perdi muito material e só sobrevivia. Agora a expectativa é muito boa pro nosso comércio e pras nossas vidas. Estamos todos muito felizes com o avanço das obras”, destaca Francisco, que mora às margens do Tucunduba há 32 anos. O projeto de macrodrenagem do Canal do Tucunduba está orçado em cerca de R$ 250 milhões.

Investimentos – Entre as iniciativas de destaque da Secretaria de Estados de Obras Públicas (Sedop) em Belém, no ano passado, também está o programa “Asfalto por Todo o Pará”, que em 2022, asfaltou 126,2 km dos 198 previstos na capital, e a conclusão da construção de mais 350 unidades habitacionais do empreendimento Riacho Doce, na Avenida Tucunduba com Barão de Igarapé-Miri, no bairro da Terra Firme.

“É com grande satisfação que celebramos o aniversário de Belém com um pacote de investimentos que proporciona, além de infraestrutura urbana e segurança viária, o desenvolvimento econômico e social, como a entrega de uma obra histórica que é a macrodrenagem da Bacia do Tucunduba. Um resgate da dignidade da população que por anos foi esquecida pelo poder público. Além disso, várias vias urbanas já foram contempladas com pavimentação asfáltica, melhorando a qualidade de vida, do mesmo modo a construção de várias unidades habitacionais, viabilizando moradia para quem preciso. Continuaremos com o nosso compromisso e avançando para que Belém cresça e se desenvolva cada vez mais”, disse o secretário da Sedop, Ruy Cabral.

Avenida Padre Bruno Sechi - Ao todo, foram quase 10 km de obras e cerca de R$ 120 milhões investidos pelo Governo do Estado na nova avenida Padre Bruno Sechi e na rodovia do Tapanã. As vias, que fortalecem a maior mobilidade urbana da capital, receberam uma série de serviços executados pelo Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM).

Comerciante Hid Santos conta que reformou ponto comercial de lanches próximo à avenida Padre Bruno SechiComerciante Hid Santos conta que reformou ponto comercial de lanches próximo à avenida Padre Bruno SechiFoto: Marcelo Seabra / Ag. Pará

 

O comerciante Hid Santos, após a entrega da avenida Padre Bruno Sechi, decidiu reformar o seu ponto comercial de lanches, que é localizado nas proximidades da via. “Com o melhor acesso proporcionado pelas obras, a expectativa está alta, e eu fiquei tão satisfeito que vou retornar pra esse ponto a minha lanchonete. O serviço de qualidade de pavimentação que foi feito, ajudou todos nós, comerciantes, moradores e a população em geral que transita por aqui”, pontua. 

 

A avenida Padre Bruno Sechi integra o sistema viário local do bairro do Bengui com repercussão tanto para o município de Belém como para a região metropolitana. A via é uma alternativa às avenidas Augusto Montenegro e Arthur Bernardes, interligando esses eixos viários e proporcionando melhoria direta para uma população em torno de 500 mil pessoas. Assim, andar de bicicleta, para a dona de casa Marlucy Almeida, deixou de ser sinônimo de medo.

“Para visitar a minha mãe, preciso passar pela via, que era só lixo, lamaçal, buracos e agora melhorou muito. Andar de bicicleta aqui era um perigo, não tinha sinalização, os carros passavam muito perto da gente, não era nada seguro. Agora consigo vir com meu filho de bike pela ciclofaixa, tranquila. Essas obras vieram pra melhorar a vida da população. Considero um presentão para os paraenses”, celebra.

O NGTM também segue com a atuação na reconstrução do BRT Metropolitano para melhorar a mobilidade da população de Belém, Ananindeua e Marituba.

 

Veja Também