Texto: Giovanna Abreu (Secom) / Fotos: Rodrigo Pinheiro (Ag.Pará)

“Ver as máquinas entrando na rua representa um sonho realizado. Vivíamos em total abandono e essa obra era muito esperada. A gente, que pisava na lama há mais de 20 anos, vai passar a pisar em asfalto e isso significa qualidade de vida para cada morador do bairro. Vai melhorar o nosso viver”, desabafa a atendente Dinair Carvalho, moradora do bairro da Cabanagem, em Belém, há 25 anos, ao ver o início das obras do programa ‘Asfalto por Todo o Pará’, nesta quinta-feira (15). 

As obras são executadas pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) com o objetivo de ampliar a mobilidade, infraestrutura, segurança e qualidade de vida para a população da área. Serão contemplados 3,4 km, distribuídos entre 11 vias: ruas do Fio, Açailândia, Amazonas, Muruci, Tocantins, Uiarapuru e Tapajós; e passagens da Paz, Lucas Miranda, Maracatiara e Tancredo Neves. 

O engenheiro da Sedop, Wlyelison Barbosa, explica que, nesta quinta-feira (15), foram iniciados os serviços de movimentação de terra e limpeza nas três primeiras vias contempladas com o projeto de infraestrutura: rua do Fio e as passagens Lucas Miranda e Da Paz. 

“Estamos fazendo a topografia para a locação da drenagem profunda das vias. Entre os serviços que entregaremos, está a instalação de boca de lobos, bueiros e toda a estrutura para o lançamento adequado da água da chuva, além da pavimentação, com dispositivo de drenagem superficial, sarjeta, meio-fio, calçadas, áreas de tráfego e sinalização para garantir a segurança de tráfego de veículos e pedestres”, assegura o engenheiro. 

O secretário adjunto de Desenvolvimento Urbano da Sedop, Valdir Acatauassu, explica que esta etapa na Cabanagem dá continuidade ao programa na capital. “Este bairro foi abandonado pelas administrações anteriores e será contemplado, além da Usina da Paz, com todas as pavimentações das vias de acesso para ela, assim como o sistema de drenagem profunda, dando vazão a todas as águas, que, atualmente, alagam a região”, destaca. 

A dona de casa, Maria Graciete, mora no bairro há 38 anos e sofre com seis hérnias de disco na coluna que limitam a sua locomoção. Sair de casa e andar na rua, para ela, são atividades muito difíceis, sobretudo, pelas condições da via. “Já caí várias vezes na rua, por conta dos alagamentos e lama. A minha perna dói muito pelo esforço que preciso fazer só para andar na frente de casa. Já deixei de sair de casa e perdi compromissos por causa das péssimas condições da via”, relembra. 

Com o início das obras, a dona de casa afirma que o sentimento de todos os moradores é de alegria. “Teremos mais segurança para transitar. Assim como eu, tem muita gente com deficiência, inclusive de cadeiras de rodas, que não pode sair da sua casa com o tanto de lama. Graças a Deus, o Governo está aqui fazendo algo por nós. Todos esses anos a gente torcia, entrava e saia gestão e nada. Deus ouviu as nossas preces”, comemora.

A previsão de entrega das três primeiras vias contempladas é 30 de setembro deste ano. Mais de 90 municípios paraenses já foram contemplados com as ações. O programa Asfalto por Todo o Pará investiu mais de R$ 665 milhões, contabilizando mais de 500 km de obras em todas as regiões do Estado. Na Regional Guajará, que conta com mais de 100 km distribuídos em Belém, considerando o Distrito de Icoaraci e os bairros do Guamá, Terra Firme, Marco, Telégrafo, Marambaia, Tenoné; Marituba; Santa Bárbara do Pará; Ananindeua; e Benevides, o  valor do investimento supera R$  117 milhões.

USINAS DA PAZ

Outro investimento do Governo do Estado no bairro da Cabanagem é a construção do complexo da Usina da Paz, que integra o projeto “Territórios pela Paz” (TerPaz), coordenado pela Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), em parceria com a iniciativa privada.  

O titular da Seac, Ricardo Balestreri, explica que a demanda por asfaltamento é uma antiga reivindicação das comunidades e é uma das prioridades da política pública TerPaz. “O Governo está levando maior qualidade de vida para essas populações que eram muito esquecidas e vulnerabilizadas no passado, em bairros que concentravam altos índices de violência e criminalidade. Hoje, com o Terpaz e suas ações articuladas, essa realidade já mudou muito e a vida está se renovando para melhor. E vai melhorar ainda muito mais”, assegura. 

“O empenho do Governo pelo nosso bairro é muito importante pra nós. A Usina é outro benefício maravilhoso. Tudo o que esperávamos de melhorias para a Cabanagem hoje está acontecendo. Está de parabéns, que Deus abençoe esse trabalho e que o Governo continue levando essas obras para outros bairros”, destaca a moradora Dinair Carvalho. 

No início da semana, moradores dos bairros da Terra Firme e Cabanagem, em Belém, foram convidados a conhecer as obras da Usina da Paz da Cabanagem, uma das mais avançadas entre os complexos da Região Metropolitana de Belém. O propósito é a construção de 10 Usinas na região metropolitana e no sudeste do Estado.

Veja Também