As obras da primeira etapa do Hospital Regional de Castanhal, no nordeste paraense, correspondentes à construção de uma torre com quatro andares, estão concluídas, segundo avaliação da equipe técnica da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop), após visita ao local na última terça-feira (22). O governo do Estado prevê investimentos, na construção do prédio, de R$ 131 milhões.

“O hospital deve atender, em média, 22 municípios localizados nesta região e no entorno. A obra já foi finalizada. Neste momento, estamos apenas fazendo alguns ajustes e mantendo o canteiro de obras", informou o secretário adjunto de Gestão e Obras da Sedop, Arnaldo Dopazo.

A unidade, que começou a ser construída em junho de 2014, está localizado na Avenida dos Universitários, no bairro Jaderlândia, em uma área de 19.800 metros. O projeto prevê a disponibilidade de 230 leitos, divididos entre operacionais, observação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de seis salas destinadas ao centro cirúrgico, área reservada para ambulatório, atendimento de urgência e emergência, medicina nuclear, quimioterapia, hemodinâmica, hemodiálise, reabilitação e exames completos de imagem. 

A obra resulta do Termo de Cooperação firmado entre Sedop e Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). "O hospital também vai ter um bloco todo direcionado para ensino e pesquisa, de apoio técnico e logístico, assim como uma usina própria de cogeração de energia elétrica e cobertura verde em toda a sua extensão. Tivemos a preocupação de incluir no projeto nichos isolados para a UTI", complementou Arnaldo Dopazo.

A segunda fase da obra, que contempla acabamento e instalações de rede elétrica, hidrossanitária, de centrais de ar e sistemas de combate a incêndio, está em processo de licitação. Após a conclusão do processo licitatório, o prazo de entrega é de até 12 meses.

 

Veja Também