Desde o início desta semana, entre os dias 10 e 11 de dezembro, fiscais do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), um dos principais agentes financiadores de obras públicas do Estado, visitaram projetos em andamento nos municípios de Pacajá, na região sudeste, e de Medicilândia, Anapu e Brasil Novo, na sudoeste do Pará.

Durante os dois dias, os fiscais estiveram acompanhados pelas equipes técnicas da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) e das prefeituras beneficiadas, além dos representantes das empresas responsáveis pelas execuções dos serviços.

"Eles vieram para fiscalizar como estão as obras, de acordo com o cronograma físico e financeiro determinado. Os fiscais estão muito satisfeitos, elogiaram a gestão dos projetos pelo Governo do Estado e das empresas contratadas", informou a coordenadora da Unidade de Gerenciamento do Programa (UGP) da Sedop, Gabriela Paixão.

As obras do programa iniciaram em julho deste ano e devem ser concluídas até agosto de 2020.

Dentre os projetos visitados, as equipes estiveram nas cidades de Anapu e Pacajá, onde o governo deve investir com drenagem e pavimentação em 32 quilômetros de vias, que representam mais de 60% da malha viária urbana dos municípios.

"Nós também fomos à Medicilândia acompanhar a instalação da usina de asfalto, que vai ser utilizada na pavimentação do próprio município e de Brasil Novo", explicou o secretário adjunto da Sedop, Valdir Acatauassu.

Gestão de resíduos - A construção do galpão de triagem de resíduos, do município de Brasil Novo, deve iniciar em janeiro de 2020 e ser concluída ainda no primeiro semestre do ano.

O local onde o galpão será instalado fica a 8 quilômetros de distância do centro da cidade. Lá, será feita a separação entre componentes recicláveis e resíduos não recicláveis. 

"A gente acredita que  vai trazer um impacto positivo na saúde pública da região, além de gerar emprego e renda. Já temos uma cooperativa de catadores, que vai trabalhar dentro do galpão", concluiu Alexandre Lunelli, prefeito do município.

A próxima visita dos representantes do banco, em municípios que recebem investimentos via CAF, está prevista para abril do próximo ano.

Veja Também