O programa "Asfalto por Todo o Pará", executado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) a partir do convênio entre Estado e Banco do Brasil, vai destinar mais de 500 quilômetros de drenagem e pavimentação asfáltica para vias urbanas, em todo o Pará, um investimento de R$ 718 milhões.

“Este é um programa de pavimentação asfáltica, com a construção de meio-fio, calçadas, a execução de serviços de terraplanagem, além do revestimento asfáltico. Ele vai contemplar todas as 12 microrregiões do Pará, desde o Marajó até o Tapajós. Os municípios vão ganhar novas ruas, digamos assim. Vias que nunca foram asfaltadas, passarão a receber os serviços.”, explicou o secretário adjunto de Gestão e Desenvolvimento Urbano da Sedop, Valdir Acatauassu.

As ordens de serviço para o início das obras já foram assinadas para os municípios de Cachoeira do Arari, Soure, Monte Alegre, Prainha, Faro, Capitão Poço, Mãe do Rio, Bujaru, São Francisco do Pará, Magalhães Barata, Santa Maria do Pará, Cachoeira do Piriá, Primavera, Bragança, Moju e Ananindeua.

Benefícios - Em Santa Maria do Pará, por exemplo, que é parte da Região de Integração do Guamá, as obras começaram no início deste mês. A previsão é que o programa destine 3 quilômetros de pavimentação para vias urbanas no município.

José de Oliveira, morador há 26 anos da Rua Vicente Fernandes, no bairro Centro conta que esta será a primeira vez que a rua vai passar por obras neste sentido. “A rua tinha muitos buracos e a gente sofria com o excesso de lama sempre quando chove. Com a pavimentação, todos os moradores vão ser beneficiados, além de ter a área valorizada assim como os imóveis", disse.

Obras - A previsão é que as obras sejam executadas no decorrer deste e do próximo ano. “Este é um programa de qualidade, no qual estamos pensando na acessibilidade das pessoas. Não iremos fazer o recapeamento, mas sim serão feitas pavimentações naquelas ruas que nunca receberam revestimento asfáltico”, complementou o secretário.

Veja Também