Items filtered by date: Janeiro 2018
Menu

Items filtered by date: Janeiro 2018

Governo tem 260 obras em andamento em todo o Pará

O cenário político e econômico de 2017 foi difícil. Um ano de crise em todas as áreas: na indústria, comércio e na construção. As famílias tiveram que cortar despesas e o planejamento virou item obrigatório para equilibrar o orçamento doméstico. Com os governos não foi diferente. No Pará,  os cortes no orçamento e a redução nos repasses do governo federal obrigaram o governo a refazer o calendário e ajustar o cronograma de entrega das obras.

Mas mesmo com toda dificuldade, o Governo do Estado termina o ano de 2017 com as contas em dia e a retomada e conclusão de obras importantes para a população. Nos últimos três anos, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) já concluiu 128 obras e outras 260 estão em andamento em todas as regiões do Estado, nas áreas de infraestrutura, saúde, saneamento, segurança e mobilidade.

A mudança na paisagem impressiona. O projeto de saneamento do Tucunduba já está levando melhorias e qualidade de vida para cerca de 250 mil pessoas em cinco bairros de Belém e deve ser concluído até setembro de 2108. “Antes dessa obra, aqui era só lama, alagava tudo. Agora, a gente pisa no asfalto”, comemora a aposentada Maria Brito, de 73 anos.

Considerada a segunda maior bacia hidrográfica da capital, o Tucunduba atravessa os bairros do Guamá, Universitário, Terra Firme, Canudos e Marco. Além da abertura e pavimentação de duas grandes pistas laterais, construção de calçadas e ciclofaixas, a obra inclui o alargamento do canal – com a drenagem, dragagem e limpeza –, tubulação de esgoto e a construção de três pontes de concreto e uma passarela metálica.

A Sedop também já está encerrando a licitação do segundo trecho da obra do Tucunduba, que vai da Rua dos Mundurucus à Passagem Dois de Junho. “Até o final de janeiro/2018 estaremos com a empresa contratada para iniciar a segunda etapa da obra do Tucunduba, num trecho com cerca de 620 metros, ampliando as melhorias aos moradores dessas áreas”, garante o secretário de Obras, Ruy Klautau de Mendonça.

Outra obra importante foi inaugurada pelo governador Simão Jatene neste mês de dezembro: o Carajás Centro de Convenções, em Marabá, um dos maiores e mais modernos espaços do tipo no Brasil, que vai incrementar o turismo de eventos e negócios nas regiões Carajás e Araguaia.

Em janeiro, Marabá vai ganhar mais duas obras importantes do Governo do Estado: o novo bloco de saúde do campus da Universidade Estadual do Pará (Uepa), com capacidade para atender cerca de 250 alunos dos cursos de Medicina, Biomedicina e Engenharia Florestal; e a nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), que vai atender cerca de 18 mil residências – ou 75 mil pessoas. “São investimentos nas áreas de educação e saneamento que geram impacto altamente positivo para a população de Marabá, uma cidade que cresceu e viu as demandas sociais também aumentarem”, destacou Simão Jatene.

Novos hospitais

Na área da saúde, a Sedop acelera a construção de seis novos hospitais públicos em diversas regiões do Estado, totalizando 800 novos leitos e investimentos de cerca de R$ 540 milhões. O maior deles, o Hospital Abelardo Santos, terá 269 leitos e deve ser concluído em agosto do ano que vem. Será o maior hospital público da Região Metropolitana de Belém, beneficiando cerca de 1,2 milhão de pessoas.

Outros cinco importantes hospitais de grande e médio porte que tiveram os serviços paralisados em função da crise já estão com as obras a todo vapor em Itaituba (160 leitos), no sudoeste do Pará; Castanhal (230 leitos) e Capanema (58 leitos), na região nordeste ganharão, cada um, seu Hospital Regional. “Muita gente daqui acaba tendo que se deslocar para Belém pela falta de um hospital que tenha estrutura para atender os casos mais sérios. Mas, agora, com esse hospital, tudo vai melhorar, principalmente para as mulheres de Capanema”, comentou Mônica Valéria, de 38 anos, que há 13 mora no município de Capanema.

O governo também já está finalizando e deve entregar no início de 2018 as obras de reforma e ampliação do Hospital Municipal Santa Rosa, em Abaetetuba, que terá 72 leitos, e do Hospital Materno-Infantil, de Barcarena, com 30 leitos. O objetivo é ampliar e descentralizar o atendimento na rede pública, melhorando a assistência à população em todo o estado.

“Nós temos ainda os investimentos em saneamento, com a implantação de sistemas de abastecimento de água e tratamento de esgoto em 55 municípios paraenses. Isso significa mais qualidade de vida para a população”, destaca o secretário de Obras, Ruy Mendonça.

Asfalto na Cidade

Desenvolver os espaços urbanos, melhorando a mobilidade e a qualidade de vida da população. Esses são alguns dos benefícios que o Programa “Asfalto na Cidade” tem proporcionado aos municípios paraenses.

Em 2017, o programa chegou a 29 municípios, nas 12 regiões de integração no estado, com obras de pavimentação e recuperação de vias urbanas concluídas. No total, foram 1.512,48 Km de ruas pavimentadas, com investimentos no valor R$ 51.007.908,78, em recursos do tesouro estadual.

Em 2018, a Sedop estima que o Programa beneficie mais 39 municípios com a execução de obras de terraplanagem, pavimentação, meio fio e sinalização.

Por Marlicy Bemerguy

Read more...
Subscribe to this RSS feed

Institucional

Acessibilidade

Imprensa

Interno

Telefone